Projetos Especiais

Iluminação Pública
LED e Energia Solar

Essa é uma ótima solução de iluminação pública pois combina todas as vantagens do LED às vantagens da energia limpa e inesgotável que é a energia solar.

As vantagens do LED são bastante conhecidas, como a grande economia de energia, chegando a até 80% visto a boa capacidade luminosa do LED e sua eficiência. Além disso o LED possui longa vida útil, maior que qualquer outro tipo de lâmpada, durando de 25 a 50 mil horas. E o melhor de tudo, é sustentável. Não possue filamentos metálicos, mercúrio ou substancias tóxicas na composição. Dessa forma, não emite poluentes ao meio ambiente e ainda pode ser reciclada. Por isso, a combinação Led e energia solar é uma escolha altamente sustentável.

A energia gerada pela placa solar é armazenada em uma bateria e é utilizada a noite para acender os LEDs. Por utilizar bateria, não há necessidade de conectar a luminária a rede elétrica.

Projetos
Especiais

Se você tem uma área descoberta de estacionamento e deseja aproveitar para: além de fazer uma cobertura, ainda gerar energia elétrica – o Carpot Solar é a melhor solução para você. As placas fotovoltaicas captam a luz do sol e geram energia elétrica, além de servirem como cobertura para estacionamento de carros, motos e bicicletas.

Bike
on Grid

Já pensou em gerar energia através de pedaladas em bicicletas? Essa solução é perfeita para academias e ainda pode ser combinada a um Sistema de energia solar fotovoltaica para uma melhor eficiência. A Bike On Grid consegue carregar as baterias usando a energia do movimento e essa energia é injetada na rede por meio de um inversor gerando créditos na sua conta de luz.

Em função da rotação do alternador temos um valor de tensão que através dos diodos retificadores gera um barramento de tensão contínua de 48Vcc que alimenta um banco de baterias e o armário de controle. Este armário de controle possui um sistema retificador que carrega o banco de baterias caso houver necessidade. O conversor CC/CC bidirecional é alimentado por duas fontes, bicicleta e/ou módulo fotovoltaico (FV) e sua saída conectada a entrada do inversor PHB on-grid, injetando na rede a energia gerada pelas duas fontes renováveis ao mesmo tempo.